NEWS | Cara Delevingne desabafa “nada importará se você não se amar”

Modelo relata suas experiências e o que já absorveu de aprendizado

 

Cara1

Quem acompanha as semanas de moda internacionais deve ter percebido que Cara Delevingne foi destaque mais fora do que dentro das passarelas. A bela desfilou somente para Chanel e Burberry, mas não por falta de convites. Cara, está em momento reflexão sobre sua carreira e seu desabafo serve de inspiração para todos os modelos, inclusive, os iniciantes.

Cara Vogue UK 2014
Foto reprodução: VOGUE UK

Confiram o relato publicado na íntegra:

“Eu comecei a trabalhar como modelo aos 16 anos. Tinha todas as possibilidades contra mim. Com 1,72m de altura, era mais baixinha que a maioria das garotas da indústria. Mesmo assim, resolvi dar uma chance para a carreira e, como tudo na minha vida, nunca desisti.

Demorei para ter estabilidade no meio da  moda. Trabalhei duro para ser aceita pela comunidade fashion de maneiras que iam além da minha aprência física. Em pouco tempo, me vi cercada pelos processos de aprovação da indústria. Sentia que precisava de validação de todo mundo. Como resultado, perdi de vista quem eu realmente era e o que realmente significava a felicidade pra mim, o que significava ter sucesso. No fundo, acho que acabei cercada por um sentimento de querer que todos gostassem de mim, me amassem.

Quando você faz tudo que pode para deixar os outros felizes com seu trabalho, mas ainda assim há quem não fique satisfeito, você começa a pensar: ‘bem, eu trabalhei pra car*. Eu fiz tudo que podia. Eu me empurrei para o chão’. Você começa a sentir que está deixando os outros constantemente desapontados, e chega um momento em que você se dá conta que ‘espera aí, o que estou tentando fazer? Para quem estou fazendo isso?.

Cara Vogue UK 2015
Foto reprodução: Vogue UK 

Com o tempo, acabei percebendo que o trabalho e a busca pela aprovação dos outros não é a coisa mais importante. Sim, sua carreira é muito importante – mas não é a coisa mais importante. É claro que estava orgulhosa das minhas conquistas, mas não estava genuinamente feliz.

Já estava com quase 20 anos e colecionava anos do trabalho como modelo. Minhas vantagens tinham mudado… e eu tinha mudado. Eu sabia que precisava reavaliar minha vida e meus objetivos para o futuro.

Demorou muito tempo, mas agora eu sei que trabalho não é tudo e o sucesso vem de muitas formas. Eu abri minha cabeça e agora abraço o novo com a curiosidade de uma criança. Tenho passado mais tempo fazendo as coisas que amo. E consegui trabalhar ainda melhor por causa disso.”

A carreira de modelo não é fácil, requer dedicação e muita disciplina, mas é importante não esquecer dos laços familiares e de amizade que deixam a vida mais leve.

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s